, 'opacity': false, 'speedIn': , 'speedOut': , 'changeSpeed': , 'overlayShow': false, 'overlayOpacity': "", 'overlayColor': "", 'titleShow': false, 'titlePosition': '', 'enableEscapeButton': false, 'showCloseButton': false, 'showNavArrows': false, 'hideOnOverlayClick': false, 'hideOnContentClick': false, 'width': , 'height': , 'transitionIn': "", 'transitionOut': "", 'centerOnScroll': false }); })

Biruta

21 out 2012
avatar

Karla

Olá meninas! Hoje trouxe um comprimento de saia que causa dois tipos de sentimentos: amor e ódio. No mínimo para nos brasileiras causa uma certa resistência já que não estamos acostumados com ele.

As parisienses abusam desse comprimento. E elas sabem o que é bom. São as mulheres consideradas as mais antenadas, lançadoras de moda e tendências. Se queremos integrar o que é bom ao nosso guarda-roupa temos que inserir este comprimento as nossas escolhas.

Sempre que vimos este comprimento, nem curto, nem longo pensamos na dificuldade de como usar. Ele costuma ir até o meio da panturrilha ou alguns centímetros acima do tornozelo é do tipo médio.  Algo que parecia ter sido criado somente para as modelos, que resume 1% da população, derruba barreiras e invade o mercado fashion.

Cada vez que surge uma novidade aparecem as dúvidas. E muito longe desse tipo só valorizar as altas, ele é consegue deixar as mulheres mais elegantes, sóbrias, comportadas na medida certa.

 

Ele passa uma impressão de diminuir um pouco a estatura, mas nada como acessórios certos para deixar qualquer mulher pronta para arrasar. A primeira coisa é investir nos saltos, eles deixam qualquer mulher com uma silhueta longilínea.

Depois preste atenção nas bijuterias que devem ter a mesma ideia: criar uma linha mais longa. Assim escolhemos brincos longos franjados e um colar de correntes que segue a mesma ideia.

E para fugir da ideia de que estamos vivendo nos anos 50 este vestido fica mais atual com as transparências e a barra assimétrica. Não tenha medo e ouse!

20 out 2012
avatar

Karla

As t-shirts invadiram o mundinho fashion e ganham várias versões para nos acompanhar para diferentes atividades. Elas mostram toda sua força e conseguem ser adequadas a muitas situações do trabalho à balada. E garantir a sua vai fazer com que fique antenada e tenha uma peça curinga em suas mãos.

Podem perceber que elas conseguem que os looks tenham muita personalidade e ficam bem com peças mais casuais como jeans e calças de montaria, mas não dispensam a companhia de peças de couro e saias de paetês.

E se a moda tem transformado o que é in em out, o que dizer do lurex? Durante algum tempo ele ficou muito ligado ao brega, mas lembro bem dele.

Na minha adolescência era só pintar um convite para uma festinha que pensava em investir em uma pecinha de lurex. Talvez tenha alma brega, mas prefiro pensar que adoraria ter vivido a era Disco e ter me acabado ao som da Glória Gaynor.

 

Embaladas pelas tendências  no melhor estilo “I never can say goodbye” escolhemos uma saia bandage de lurex e uma t-shirt com que tem um quê de print animal. Para complementar o look o cinto com placa de metal que está sendo disputado no mercado fashion e uma carteira com spikes.

19 out 2012
avatar

Karla

Hoje é sexta-feira!!! Antes de começar o descanso costumamos badalar um pouquinho. E sinceramente é o que vou fazer hoje. Ainda não sei direito qual será o destino , mas o modelito está na ponta da língua.

Quem me conhece sabe que amo a cor rosa. Na verdade amo PINK. Acho uma cor bem feminina, que tem muita força e não, não é coisa só de Barbie. Adoro saber que ela também esta na cartela de cores escolhidas pelos bureaus para este verão. Posso abusar de uma cor que fica bem em todos os tons de pele e cabelos. Isso é quase impossível, ma o PINK tem este poder.

Para completar o look uma mini com aplicações de pedras fazem qualquer look ter mais glamour.Nos pés uma sandália abotinada (acervo) e para deixar os movimentos mais livres uma clutch dourada. No pescoço um maxi-colar de metal e pedras.

Quer algo mais feminino e poderoso para uma possível noite de drinks com amigas? É um look para você voar com as próprias asas! (Alis volat propriis)